Futebol - Campeonato Portugal - Série B - 9.ª Jornada
Em tarde negra de desacerto defensivo, Gafanha goleia Sanjoanense
08-11-2018
Estatísticas

179 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar
Gafanha, 5
Sanjoanense, 2
 
Árbitro: João Casegas (A.F. Viseu) auxiliado por: Bruno Nascimento e Hugo Marques
 
Gafanha: Fábio Pereira, Nuno Silva, Mango, Gavin, Pisco, Bruno, Miguel Anjos (Ruben Silva 64’), Marcelo Dias, Homero, De Jesus (Zhang 87’), Marcelo, Moreira Tavares (Xerift 76’)
Treinador: Fábio Pereira
 
Sanjoanense: Bruno Maia, Cauê (Daniel 67’), Ken, Almeida (C), Castro, Syzsi, Coulibaly (Gazela 27’), Kay Kay, Terrence (Ivandro 45’), Caleb e Rafa
Treinador: Nuno Costa 
 
Acção disciplinar: Ads: amarelo para Syszi (21’), Kai Kai (26’), Daniel Adjei (86’). Gafanha: amaraelo para Miguel Anjos (34’), Gazela (58’), Mango (80’)  
Ao intervalo 3-0. Final: 5-2  
 
Marcadores: De Jesus (1’) Marcelo Dias (20’ 26’ e 78’ ) Caleb (86’) Tavares (72’) e Rafa (90’) 
No Complexo Desportivo da Gafanha, o dérbie aveirense prometia emoções fortes, tendo em conta que as equipas estavam apenas separadas por um ponto na classificação, com sinal mais da Sanjoanense. 
E foi numa tarde chuvosa que a Sanjoanense “pagou caro” o desacerto defensivo, perante um Gafanha que, logo no primeiro minuto, inaugurou o marcador por intermédio de De Jesus. Num remate colocado, batia Bruno Maia, que tinha sido chamado à titularidade na ausência do recém chegado Fábio Santos. 
Num campo algo pesado, resultado da chuva que se fez sentir, a Sanjoanense entrou mal no jogo. O Gafanha, em tarde inspirada, e a Sanjoanense ainda tentou reagir. Na resposta, Marcelo Dias, sem se saber muito bem como, num remate certeiro, batia novamente o guardião alvinegro. 
A equipa de Nuno Costa estava claramente em tarde atribulada. Como se não bastasse, seis minutos volvidos, o mesmo Marcelo Dias aproveitou uma falha dos centrais da equipa forasteira para, sozinho, descaído pelo lado direito, bisar na partida. 
 Ao intervalo, 3-0. Com uma assistência de cerca 120 adeptos, o Gafanha goleava e tinha praticamente os três pontos garantidos. 
Recuperar de um resultado muito desnivelado era de todo muito difícil, a Sanjoanense regressou dos balneários com vontade de contrariar a tendência dos primeiros 45 minutos. Gazela foi o primeiro a visar a baliza contrária, sem êxito, e, pouco depois, Caleb encurtou distâncias.
Marcelo Dias estava de “pé quente”, a fazer um “hat-trick” e, logo depois, Tavares, que com estes dois golos colocaram um ponto final nas aspirações alvinegras.
A terminar, Rafa ainda reduziu, fixando o resultado em 5-2.
Na próxima jornada, a Sanjoanense entra em campo para novo dérbie aveirense, desta feita diante do 
Cesarense, no estádio Conde Dias Garcia, às 15h00
 

Comentar

Anónimo