Reversejar
Todos os Santos Fiéis e defuntos
08-11-2018
Estatísticas

58 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar
Nós! Os fiéis e os defuntos, à chegada e à partida!
Tangem os sinos do alto, nos longínquos campanários;
União dos que chegaram mas logo estão de saída;
Outro ano meus irmãos entre os nossos santuários.
 
Tal encontro está marcado, calendas que seguiremos…
Os Gregos não as tiveram, julgaram-nas, não quiseram;
Mas fiéis seremos nós, defuntos tarde seremos,
No conceito dos romanos tradição que mantiveram.
 
Mas também temos os santos numa velha tradição!
Na vida que nós vivemos quem é que o não será?
Quando todos nos juntamos mesmo o que não serão,
Nesta jornada sem fim, de andarmos de lá para cá.
 
Tangem os sinos tão perto, com eles os batimentos,
Pulsações aceleradas que acompanham a sinfonia,
De mil sons e tão contentes expandidos pelos ventos,
De mil lágrimas, de mil choros num consenso de harmonia…
 
Perdem-se os sons nas lonjuras dos tempos que consumimos,
Erguem-se vozes contentes que na terra chorarão,
Mas agora resilientes, cantamos e até nos rimos,
- o reencontro está para breve, de novo se encontrarão –
 
Todos nós somos fiéis na crença e tradição,
Mais tarde talvez defuntos, esquecidos ou recordados,
Santos também nós seremos, pela nossa devoção,
De queremos salvar o mundo, depois sermos perdoados.
 
F.S.L.
 

Comentar

Anónimo