Obras com investimento público de 580 mil
“S. João da Madeira, uma cidade em movimento e transformação”
18-10-2018 | por António Gomes Costa
Inaugurações de espaços lúdicos no Parrinho, Fundo de Vila e a apresentação do novo edifício da Oliva Creative Factory marcaram a manhã de sábado em S. João da Madeira. Trata-se de um investimento público que ronda os 580 mil euros, numa altura em que o município garante ter em andamento 11 novas obras, desde o início do mandato.

Espaço lúdico da Rua José Régio, no Parrinho
Estatísticas

522 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar
Mais fotos

“S. João da Madeira é uma cidade em movimento e em transformação”. Esta foi a garantia de Jorge Vultos Sequeira, Presidente da Câmara de S. João da Madeira, no passado sábado, dia 13, durante a inauguração de vários espaços lúdicos, munidos com recinto em piso sintético para a prática de desporto ao ar livre, assim como áreas de convívio e outros melhoramentos. No lugar do Parrinho, o investimento rondou os 80.000 euros. Em Fundo de Vila, na Rua Manuel Luís da Costa, a aposta foi de 150.000 euros. Foram ainda inaugurados os novos pavilhões da Oliva Creative Factory, com um investimento de aproximadamente 350 mil euros. Todas estas obras contaram com comparticipação comunitária de 85 por cento, no âmbito do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU). Trata-se, no seu total, de um investimento público que ronda os 580 mil euros, por parte da autarquia e da união europeia.
Integrado nas comemorações do 92.º aniversário do Município de S. João da Madeira, o autarca dedicou a manhã a estas sessões inaugurais, salientando a “força, energia e o dinamismo incomparáveis” por parte do município e frisou que as obras agora inauguradas “já tinham projecto”, pois as mesmas vêm do anterior executivo. Mas explicou que o início da sua execução física “decorreu todo durante a ação deste novo executivo”.
O autarca nunca escondeu a satisfação pelas inaugurações e fez questão de salientar que, desde que esta autarquia assumiu funções, há precisamente um ano, foram iniciadas, “fisicamente, por nós, 11 novas obras e a conclusão de muitas outras”, o que para Vultos Sequeira “demostra a grande capacidade de execução” de S. João da Madeira.  
O edil disse ainda aos jornalistas que, para além destas obras inauguradas, o município tem ainda outras em curso, como a pista de crosse Alberto Batista, a reabilitação do Bairro do Orreiro, a empreitada de reabilitação em termos de eficiência energética em quatro fogos de habitação deste mesmo bairro, estão a ser reabilitados os espaços exteriores da Cooperativa 11 de Outubro, obras adjacentes à Praça Luís Ribeiro (…).

“Edifício 3” da Oliva Creative Factory de portas abertas

Relativamente aos novos pavilhões da Oliva Creative Factory, que já acolhe três empresas inovadoras e prepara-se para acolher mais duas, o autarca assinalou mais um momento como sendo “muito importante da requalificação global” de um edifício “doado” ao município.
A partir de 4 de Novembro, a empresa “Project ID” estará plenamente operacional no “edifício 3” da Oliva Creative Factory. Trata-se de uma firma vocacionada para o desenvolvimento de soluções inovadoras para calçado.
Paulo Sérgio, gerente da “Project ID”, explicou, durante a inauguração, que será instalada neste local uma “oficina manual” que alimentará o processo criativo da empresa e estará disponível para visitas, mostrando a quem “por aqui passar” como se fazia um sapato à mão.
A empresa conta com uma equipa multidisciplinar, com 10 elementos, que combina na dose certa gente jovem com formação específica no sector e técnicos com larga experiência acumulada.
A Sandbox é um makers space, um espaço impulsionador do desenvolvimento de artistas, artesãos e empresas focadas em design de produto – dentro de um espírito Do it Yourself. Este espaço contempla um conjunto de oficinas com equipamento para trabalhar os seguintes materiais: Madeira; Metal; Resina; Cortiça; Materiais poliméricos. A empresa providencia o conhecimento, ferramentas e actividades, com o objectivo de inspirar e juntar criadores, bem como de estimular a criação de novos projectos, fomentar ideias e alojar maker’s e criativos.
A instalação de um maker’s space no Hub criativo da Oliva pretende fomentar a “criatividade e o crescimento de uma comunidade, potenciando a troca de sinergias e garantindo dessa forma o apoio o todos os makers que pretendam criar o seu projeto empreendedor”, asseguram.
Por sua vez, a Energia.pt é uma firma que opera na área da tecnologia com uma vertente muito direccionado para as energias renováveis. Com a instalação na OCF, esta empresa pretende desenvolver novos produtos na área da automação e criação de plataformas web para o controle de sistemas de energias renováveis, climatização e sustentabilidade ecológica.

Comentar

Anónimo