Câmara Municipal e Junta aderiram ao programa «Saúde Oral para Todos»
Centro de Saúde de S. João da Madeira vai ter dentista
20-09-2018 | por Joana Gomes Costa
O Centro de Saúde de S. João da Madeira vai ter dentista. Esta nova resposta deverá estar disponível no início do próximo ano, sendo resultado do Programa «Saúde Oral para Todos», no âmbito do qual a Câmara Municipal e Junta de Freguesia sanjoanenses assinaram protocolo com a Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-N).
Estatísticas

636 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar
Mais fotos

S. João da Madeira foi um dos 65 municípios de todo o país que integraram esta semana o projecto «Saúde Oral para Todos», no âmbito do qual o Governo definiu como objectivo ter, até ao final do primeiro semestre de 2020, pelo menos um consultório de medicina dentária – integrado no Serviço Nacional de Saúde (SNS) – em todos os concelhos de Portugal Continental. A cerimónia de assinatura dos protocolos entre os municípios e as cinco Administrações Regionais de Saúde que vão alargar o projecto dos médicos dentistas nos cuidados de saúde primários decorreu na passada terça-feira, 18 de Setembro, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, sendo que S. João da Madeira esteve representado pela vereadora da Câmara Municipal Irene Guimarães e a presidente da Junta de Freguesia, Helena Couto.
O protocolo define que a ARS-N se compromete «a disponibilizar consultas de saúde oral» aos utentes do SNS inscritos no Centro de Saúde, cabendo também a esta entidade a realização das obras necessárias ao espaço que ficará dedicado às consultas de medicina dentária, assim como «garantir os recursos humanos necessários».
Ao município cabe a aquisição do «equipamento técnico», nomeadamente a cadeira de dentista e os instrumentos clínicos complementares. Segundo ‘O Regional’ apurou junto da autarquia, os termos da parceria entre a Câmara Municipal e a Junta de Freguesia no âmbito deste protocolo tripartido serão definidos posteriormente.
As consultas de medicina dentária no Centro de Saúde de S. João da Madeira deverão estar disponíveis no início do próximo ano.

Sucesso das experiências-piloto

O alargamento do projecto «Saúde Oral para Todos» surge no seguimento do sucesso das experiências-piloto que avançaram em 2016 em 13 centros de saúde e foram sendo replicadas noutras regiões, existindo já 63 gabinetes de saúde oral nos cuidados de saúde primários de norte a sul do país. Segundo dados do Ministério da Saúde, durante este período foram realizadas mais de 85 mil consultas de medicina dentária que envolveram cerca de 60 médicos dentistas e estomatologistas e garantiram o acesso a cuidados de saúde oral a mais de 36 mil utentes do SNS.
Arouca foi um dos primeiros municípios a aderir a este programa, sendo que no espaço de um ano foram atendidas no gabinete instalado no centro de saúde local cerca de 1144 pessoas num total de 2771 consultas realizadas.
Segundo informação veiculada esta semana, os utentes serão referenciados para as consultas de medicina dentária pelos respectivos médicos de família, sendo dada prioridade aos cidadãos com problemas mais graves e/ou maiores carências económicas. Nas consultas de saúde oral a funcionar nos centros de saúde serão realizados tratamentos como extracções, obturações e desvitalizações de dentes, assim como feito diagnóstico de doenças, ficando no entanto de fora as próteses e implantes dentários.

Comentar

Anónimo