Município prepara financiamento
Eficiência energética vai chegar a todo o Bairro do Orreiro
13-09-2018
A Câmara Municipal de S. João da Madeira aprovou o recurso à linha IFRRU 2020, o instrumento financeiro de apoio à reabilitação urbana, para financiar a obra de requalificação e eficiência energética nos sete prédios do Bairro do Orreiro que ainda não foram submetidos a esta intervenção. Recorde-se que está neste momento em curso a obra de reabilitação do exterior e zonas comuns interiores nos restantes quatro prédios deste bairro.
Estatísticas

243 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar

Na apresentação da proposta, o presidente da Câmara Municipal de S. João da Madeira, Jorge Sequeira, explicou que o montante de investimento considerado elegível pela candidatura apresentada pelo município para financiamento da intervenção nestes sete prédios “não é suficiente” para a concretização da empreitada. Do total de investimento superior a 2 milhões de euros, cerca de 659 mil 834 euros foram considerados não elegível, pelo que o encargo total imputado ao município ascende aos 866 mil euros.
Embora ainda não tenham resposta à reclamação apresentada e “antecipando procedimentos”, o município estudou forma “de encontrar uma solução para o financiamento” desta obra, pretendendo avançar com recurso ao IFRRU 2020 – Instrumento Financeiro para a Reabilitação e Revitalização Urbanas que, tendo sido criado no âmbito do Ministério do Ambiente, integrado no PORTUGAL 2020, concede empréstimos nas condições mais vantajosas, para apoiar a reabilitação urbana, em todo o território nacional. De salientar que este instrumento não conta para o cálculo da capacidade de endividamento do município.
Jorge Sequeira sublinhou que esta intervenção vai permitir “melhorar de modo significativo a qualidade de vida das pessoas que habitam neste bairro”.
O vereador da coligação PSD/CDS, Paulo Cavaleiro, concordou com a proposta, manifestando a sua satisfação pela aprovação da candidatura, que recordou ter sido apresentada no anterior mandato.
Com esta deliberação unanime, a Câmara irá consultar as instituições financeiras para apresentação de propostas para empréstimo até 866 mil euros, por um prazo de 20 anos, no âmbito das condições estabelecidas pelo IFRRU 2020.

Comentar

Anónimo