ISVOUGA: fazer a diferença valorizando os currículos escolares e académicos
13-09-2018 | por Prof.ª Doutora Maria Teresa Leão*
Estatísticas

319 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar
Mais fotos

Como resultado da política de alargamento da escolaridade obrigatória para o 12º ano e com a redução do tempo de duração das licenciaturas para 3 anos curriculares, o mestrado assumiu uma importância acrescida, na medida em que um superior número de jovens, uma vez concluído o 12º ano, veem a licenciatura como “apenas o passo seguinte, de apenas 3 anos de duração, a seguir à conclusão do secundário”, avançando rumo ao ensino superior. Assim, e de acordo com os objetivos do governo, no sentido de se diluir o posicionamento de inferioridade de Portugal, plasmado recorrentemente nos relatórios produzidos pela OCDE, face aos restantes países da União Europeia, ao nível de taxa de escolarização no ensino superior e taxa da população com habilitações académicas ao nível do ensino superior, os valores destas taxas lá vão crescendo, o que se repercute, por norma, em consideráveis mais- valias ao nível das economias locais (as empresas e todas as organizações) que só beneficiam por terem, ao seu serviço, pessoal mais qualificado e…os próprios jovens, a título individual, preferidos nos processos de seleção e recrutamento e, por norma, detentores de melhores condições de trabalho, decorrido algum tempo, nas referidas empresas e outras organizações.
 Chegados a este ponto, e porque 3 anos curriculares “não fazem os milagres todos”, eis que os mestrados ou 2ºs ciclos de estudo surgem como o processo de continuidade natural para quem deseja, de facto, aprofundar e/ou alargar conhecimentos e competências, assumida essa continuidade logo que terminada a licenciatura, como forma de potenciar o ingresso ou os enquadramentos profissionais, à data, ou decorrido um ou mais anos após a conclusão da mesma, com vista a conquistar, por essa via, o upgrade de conhecimentos e competências, e de entre as quais se destacam a capacidade de resolução de problemas, que pode fazer a diferença e determinar, por parte de recrutadores ou chefias responsáveis por avaliar equipas quem, numa dada oportunidade, apresenta melhores condições para assumir um dado cargo ou função com superiores níveis de exigência, mas também melhores condições de trabalho, dentro da empresa ou organização. 
Ora, na sequência do que vem de ser dito, e numa missão de reforço do papel desempenhado, ao longo dos seus 28 anos de existência, através das licenciaturas disponibilizadas em: Contabilidade, Engenharia de Produção Industrial, Gestão de Empresas, Marketing Publicidade e Relações Públicas e Solicitadoria, o ISVOUGA concebeu o seu mestrado em Gestão de Empresas, o qual não só reforça os conteúdos de uma qualquer licenciatura na mesma área, como visa proporcionar, a diplomados de outras licenciaturas, novas ferramentas que lhes permitam estar mais fortemente ancorados no mercado de trabalho, tornando-os mais competitivos. Em sessão de apresentação deste curso para os estudantes do ISVOUGA do 3º ano curricular das referidas licenciaturas e públicos externos, ocorrida, em maio passado na sala C02 do ISVOUGA, os testemunhos dos estudantes foram irredutíveis quanto ao contributo deste processo para o crescimento dos mesmos, como indivíduos e profissionais. A empresa de seleção e recrutamento convidada, para a sessão foi categórica relativamente às vantagens competitivas do mestrado face à licenciatura, documentando a sua apresentação com números muito concretos.
À data, e tendo em conta a crescente consciência da importância deste tipo de formação, e particularmente em Gestão de Empresas, pela abrangência de áreas científicas que necessariamente abarca; pelo potencial que oferece no sentido de ingresso, evolução e até reconversões, ao nível do mercado de trabalho, o ISVOUGA apresenta um número de candidaturas que duplica o do ano transato, estimando continuar, com este novo ciclo de formação, a dignificar a sua atividade e a promover, com elevados níveis de eficácia, a sua missão no sentido da valorização económica das empresas e organizações da região, por via do sucesso individual dos colaboradores que nelas intervêm.


* Diretora do ISVOUGA

Comentar

Anónimo
Tempo
Farmácias de Serviço
Edição Impressa
Publicidade
Classificados
Apartamentos
Vende-se Apartamentos em construção Entrada de Nogueira do Cravo ...
Venda
Armazém ou garagem
Aluga-se ou Vende-se Armazém ou garagem 60 euros /mês Com opção d...
Aluga-se