Rosa Rocha é acarinhada por colegas e clientes no Rainha 5
CERCI reforça integração laboral dos seus utentes
02-08-2018
Rosa Rocha é mais um exemplo da integração laboral dos utentes da CERCI de S. João da Madeira. Depois de um primeiro estágio, Rosinha, como é carinhosamente conhecida por colegas e clientes, está agora plenamente integrada na confeitaria e padaria Rainha 5, onde os responsáveis destacam a sua alegria no desempenho das tarefas que lhe são atribuídas.
Estatísticas

1450 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar
Mais fotos

Foi de um contacto da CERCI de S. João da Madeira para um estágio que Nelson Martins e Artur Rocha, sócios da confeitaria e padaria Rainha 5, conheceram Rosa Rocha. O período de componente de formação prática em contexto de trabalho do curso de Técnico Auxiliar de Hotelaria correu tão bem, que os responsáveis acederam a mais um ano de estágio profissional, remunerado, do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), agora a tempo inteiro e Rosinha, como é carinhosamente conhecida entre os colegas e clientes, está “muito bem integrada e aprende com facilidade”.
“A Rosinha é muito querida para nós e para os clientes que a adoram”, garantem Nelson Martins e Artur Rocha, que manifestam a sua satisfação por ver nela a alegria de quem “pode exercer a profissão de que gosta” e se sente “válida no mundo de trabalho”.
Rosinha é, nas palavras dos seus empregadores, “uma boa trabalhadora”, sendo considerada uma “mais-valia” pela empresa. Com 24 anos, é apresentada como uma jovem “humilde e muito educada”. “Anda super feliz”, dizem, sublinhando que com este trabalho “é independente e tem o seu próprio salário”. Fazem ainda questão de salientar que foi a própria que procurou a CERCI para fazer a formação no curso de Técnico Auxiliar de Hotelaria.
A ‘O Regional’, Rosa Rocha, natural de Escariz (concelho de Arouca) confessa-se feliz com o trabalho e partilha que o que mais gosta de fazer é “tirar cafés”, estando já familiarizada com praticamente todo o serviço de cafetaria.
Depois do exemplo de Nuno Ribeiro, que frequentou o curso de Operador do Fabrico de Calçado e Marroquinaria e foi o primeiro utente da CERCI de S. João da Madeira a assinar um contrato de trabalho com vínculo efectivo numa empresa da área do calçado, Rosa Rocha vem confirmar o reconhecimento do trabalho realizado no âmbito da formação profissional pela instituição sanjoanense.
Estes dois exemplos são “o cumprir do objectivo central da formação profissional, que é a integração dos utentes no mercado de trabalho”, como sublinha Dulce Santos, directora técnica e assistente social da CERCI, em declarações a ‘O Regional’.
Um exemplo de integração da confeitaria e pastelaria Rainha 5, situada na Avenida da Liberdade, que está prestes a comemorar, no próximo mês de Outubro, o seu 20.º aniversário. Os empresários Nelson Martins e Artur Rocha defendem que as “empresas deviam estar um pouco mais abertas” à integração de pessoas portadora de deficiência, pois são “válidas para o mercado de trabalho”.

Comentários
Anónimo | 03-08-2018 15:32 Equipa
Bom dia e demais, sem dúvida.
Vocês fazem um belo trabalho, todos juntos criar e vencer.
Parabéns, e óptimo fim de semana.
Caso seja boas férias, o próprio, Ass, Manuel Anto´nio
Cumprimentos :-)

Comentar

Anónimo