Limpar a cidade é obrigação
05-07-2018 | por Ângelo Oliveira
Estatísticas

326 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar

A limpeza dos espaços públicos, compreende um conjunto de ações que compete às Câmaras Municipais, tendo em atenção os arruamentos onde não são feitas limpezas e corte das ervas daninhas. Se os municípios podem exigir aos proprietários de terrenos que os limpem quando estes assim não se encontram, é plausível que os habitantes da cidade de S. João da Madeira possam exigir à sua autarquia, que cumpra a sua obrigação no que diz respeito aos locais que necessitam dessa limpeza.
O que me leva a escrever esta nota é na realidade o que se passa junto às habitações na Rua do Poder Local e na sua periferia, para a situação da falta de limpeza nos locais acima assinalados, onde a erva daninha bastante alta serve de ninho a muita bicharada que se esconde ali (ratos e até cobras) que se juntam ao mau aspeto dado pelas ervas.
O alerta já o dei, a várias pessoas com responsabilidades nesta matéria, no qual recebi como resposta que o motivo para não ter sido ainda feito o respetivo trabalho, se deve à falta de pessoal, o que na verdade não me parece ser causa, pois vejo sempre o pessoal da limpeza dos jardins e outros, trabalhando sempre nos mesmos locais.
A cidade é grande, embora pequena, por isso todos os locais que necessitam de ser tratados, o devem ser, e não só no centro da cidade e nos locais mais concorridos e vistos pelas pessoas.
 

Comentar

Anónimo