Concurso artístico interescolar teve espetáculo final em S. João da Madeira
Colégio de Albergaria venceu 29.ª edição das Escolíadas Glicínias Plaza
07-06-2018
O Colégio de Albergaria é o vencedor da Finalíssima da 29.ª edição das Escolíadas Glicínias Plaza. A Casa da Criatividade de S. João da Madeira esgotou para assistir ao espetáculo de grande qualidade, talento e energia, proporcionado por alunos e professores das três escolas finalistas. Uma noite memorável para participantes e público, onde todos saem a ganhar pela experiência irrepetível e a celebração das Artes em palco. O projeto envolveu 3500 alunos e professores de 26 agrupamentos de escolas de três distritos.
Estatísticas

128 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar
Mais fotos

A Finalíssima da 29.ª edição das Escolíadas Glicínias Plaza realizou-se este sábado, dia 2, e o Colégio de Albergaria foi a escola mais pontuada, ficando à frente do Agrupamento de Escolas de Mira e do Agrupamento de Escolas de Santa Comba Dão, em segundo e terceiro lugares, respetivamente.
A Casa da Criatividade de S. João da Madeira esgotou para assistir ao espetáculo que os alunos e professores das três escolas prepararam, com provas cheias de energia, emoção e inegável qualidade. O apoio do público foi uma constante, e a prestação dos artistas em palco e a energia das claques de cada escola proporcionaram momentos eletrizantes e inesquecíveis para todos.
Para o professor Humberto Valente, da organização da equipa do Colégio de Albergaria, que já participa no projeto Escolíadas desde 2004 e que já venceu outras edições, a vitória “enche-nos de alegria e satisfação”. A escola escolheu o tema Persona e construiu as provas “à volta de um dos maiores problemas da sociedade atual – a depressão. Abordámos temas muito sensíveis, como o suicídio, alertando para um problema real, e pedimos que todos olhassem à sua volta e tentassem ajudar quem se esconde atrás de uma máscara. Foi um trajeto difícil, mas muito gratificante!”, afirma o responsável. “O que marcou a diferença nesta edição das Escolíadas, pela positiva, foi a nossa maravilhosa claque. É impossível não sentir a energia que eles transmitem ao público e foi arrebatador ver centenas de pessoas unidas à volta de um projeto”, declara.
Humberto Valente salienta ainda o papel do projeto Escolíadas no seio da escola: “Para mim, este é o melhor projeto para alunos de secundário. Participaram alunos desde o 8.º ao 12.º ano, tanto na equipa como na claque. As competências adquiridas por um aluno que participa neste evento são de uma dimensão estratosférica”.
Esta Finalíssima foi a reta final de um trajeto de longos meses de preparação e ensaios, que se traduziram em 12 exibições realizadas em seis salas de espetáculo de seis cidades diferentes da região Centro, que envolveram 26 agrupamentos de escolas e escolas secundárias, profissionais e colégios, e 3500 alunos e professores em palco. As equipas competiram ao longo das várias sessões em provas de Teatro, Música e/ou Dança, Artes Plásticas, Claques e Cultura Geral.
À semelhança das restantes sessões, a prestação das escolas foi avaliada por um júri composto por representantes da Direção Regional da Cultura do Centro (DRCC), Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares (DGEstE), Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ) e Escola Superior de Educação de Coimbra (ESEC-IPC).
As Escolíadas Glicínias Plaza é um projeto único em Portugal e na Europa, um concurso artístico interescolar, direcionado para o ensino secundário, que abrange os distritos de Aveiro, Coimbra e Viseu. Para a Associação Escolíadas, que leva a cabo este projeto, “é uma grande satisfação ver que o trajeto feito nos últimos 30 anos traz frutos. As escolas mobilizam-se cada vez mais, a comunidade escolar vibra com o projeto e envolve-se, e muitos ex-participantes tornam-se em agentes de mudança, nas suas comunidades, através das artes e da cultura”, afirma Mariana Sá, diretora artística da Associação. “Este ano foi, sem dúvida, a melhor edição de sempre e grande parte deste mérito se deve às escolas que são incansáveis e que apostam nas Artes e nos alunos neste contexto de Educação Não-Formal”, conclui, em jeito de balanço.
Para encerrar esta edição da melhor maneira, no próximo sábado, 9 de junho, são entregues os prémios às equipas vencedoras das Escolíadas e às melhores prestações individuais, na Gala de Entrega de Prémios, a par do Desfile de Claques, que este ano tem lugar na FESTAME, Feira do Município da Mealhada. As Claques participantes vão poder atuar ao som do cantor Diogo Piçarra e do DJ Tom Enzy, autores de duas das músicas oficiais desta edição das Escolíadas Glicínias Plaza.

Comentar

Anónimo