Andebol
19-04-2018 | por Daniel Martins
Estatísticas

570 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar
Mais fotos
Fase Final do Campeonato Nacional da 2.ª Divisão
Recuperação épica dá empate aos alvinegros
 
ADS/Clínicas Cmp, 27 – Horta, 27
Ricardo Gaspar; Mário Lopes (1); João Pinhal; Xavier Costa; Diogo Taboada (1); Hugo Terra; Patrick Lemos (6); Ricardo Pinho (3); Rui Rodrigues (7); Alexandre Relvas (2); Bruno Pinho;  Eduardo Pereira; Pedro Garcia (2); Ricardo Pinho (1); Tiago Arrojado (4); António Brandão.
 
Quem se deslocou às Travessas no último sábado foi presenteado com um grande jogo de Andebol, muito rápido, duro, intenso e com incerteza no resultado até ao final. Ambas as equipas estiveram em grande nível, assim como a equipa de arbitragem.
Desde o primeiro minuto, as equipas estiveram sempre “encaixadas” uma na outra, o SP da Horta iniciou o jogo melhor, fazendo um parcial de 1-4 que obrigou a turma Alvinegra a “correr” atras do resultado, chegando ao empate 13-13 apenas em cima do apito para o descanso.
No arranque da segunda parte as equipas continuaram extremamente combativas, aplicando muita intensidade no jogo e o resultado manteve-se com empates sucessivos até ao minuto 45, quando a equipa dos Açores fez um parcial de 0-4, aproveitando algum desacerto da equipa da ADS na finalização. A equipa da ADS durante todo o jogo esteve muito perdulária, tendo falhou nove remates isolados em frente ao guarda-redes adversário.
A partir desta altura a equipa insular procurou gerir a diferença, e conseguiu, mas apenas até ao minuto 57, quando a ADS, apoiada pelo público e com uma capacidade de sofrimento incrível, fez o que já parecia ser impossível. Em apenas 3 minutos os alvinegros fizeram um parcial de 4-0 com Ricardo Pinho “Mosca” nos últimos segundos a ter a frieza de arriscar um remate da ponta direita com angulo muito reduzido, mas com sucesso fez levantar a bancada com o ultimo golo da partida e colocando o resultado final em 27-27.
Destaque para Rui Rodrigues e Patrick Lemos, com 7 e 6 golos respetivamente, destaque também para o Pivot de Sp da Horta Pedro Silva que teve de ser transportado para o Hospital inanimado após uma aparatosa queda, mas felizmente já está recuperado.
Com este empate a ADS perde o comando do grupo e isola-se em 2.º apenas a um ponto do CD Povoa.
Na próxima semana há mais uma final, em Guimarães no Fermentões, um terreno onde tradicionalmente a equipa Alvinegra sente muitas dificuldades.
 
 
 
Infantis Masculinos
 
ADS B/Mais Óptica, 25
Feirense C, 15
 
Primeiro jogo da fase complementar do campeonato regional para a equipa B frente a uma equipa maioritariamente composta por minis. Valeu fundamentalmente o resultado, o permitir mais tempo de jogo a quem tem jogado menos tempo, assim como dar ritmo a alguns minis da ADS no escalão acima.
Em termos de exibição, é esperado mais e os atletas são capazes de bem mais, mas o tempo que a equipa esteve sem competir também não ajuda. Trabalhar para no próximo jogo voltar a entrar no ritmo.
 
 
 
Infantis Masculinos
 
ADS A/Mais Óptica, 27 
S. Bernardo A, 27
 
Jogo que se antevia muito complicado frente a uma equipa bem organizada e bem trabalhada. Desde o início, a ADS/Mais Óptica esteve sempre por cima do jogo, disciplinada em termos atacantes e defensivamente bem organizada e a saber condicionar bem os pontos fortes do adversário. Teve sempre boas vantagens durante a primeira parte e, apesar de um ligeiro ascendente dos visitantes no final, a diferença de cinco golos era mais que justa.
Na segunda parte, houve uma reação natural da equipa que estava atrás do resultado, mas com alguns altos e baixos, a ADS/Mais Óptica ainda ia aguentando a vantagem no jogo e a menos de dez minutos do fim vencia por seis golos. Nesses últimos minutos, a equipa ficou nervosa, começou a errar muito mais em ambas as fases do jogo e os de fora souberam aproveitar e conseguiram ainda empatar o jogo. Fica um sabor amargo depois do bom jogo que a ADS/Mais Óptica fez, mas há que retirar tudo o que se fez de bom e continuar a trabalhar para ser melhor.
 
 
 
 
Iniciados Masculinos
 
Os Melros - Germil, 27
ADS A/Mais Óptica, 44
 
Entrámos no jogo com algumas falhas técnicas e com alguns erros a nível defensivo, mas rapidamente conseguimos corrigir e criar uma vantagem confortável.
Na 2.ª parte, já sem o resultado estar em causa, testámos dois sistemas defensivos alternativos e alguns conteúdos ofensivos que têm sido abordados nos últimos treinos. 
Em suma, a equipa deu uma resposta positiva.
 
 
 
 
Campeonato Nacional Juvenis 2.ª Divisão - 2.ª Fase - Zona 2 - 7.ª Jornada
ADS B, 26 - Vacariça, 45
 
Depois de termos registado, na última jornada, uma excelente primeira parte, tivemos neste jogo uma péssima entrada, que comprometeu o resto da partida.
Contra adversários como este, temos que estar ao nosso melhor nível, para que possamos sonhar com algo mais, mas não foi isso que aconteceu, entrámos muito desconcentrados e sem vontade/atitude para repetir o que havíamos feito na jornada passada.
Assim sendo, merecemos esta derrota expressiva. 
 

Comentar

Anónimo