Cidade acolheu encontro do Orçamento Participativo Portugal
Portugueses chamados a decidir destino de 5 milhões de euros
12-04-2018 | por JGC
Estatísticas

353 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar
Mais fotos

S. João da Madeira acolheu, no passado dia 4 de Abril, um dos Encontros Participativos promovidos no âmbito da divulgação do Orçamento Participativo Portugal (OPP) 2018.
A Oliva Creative Factory foi o espaço escolhido para a sessão, que incluiu a apresentação do OPP, mas também trabalho em grupo para reflexão sobre propostas que se enquadrem no âmbito deste processo, no qual os portugueses são chamados a decidir o destino a dar a uma fatia de 5 milhões de euros do orçamento nacional.
Nesta sessão, a secretária de Estado Adjunta e da Modernização Administrativa, Graça Fonseca, lembrou que a primeira edição do OPP “tinha um orçamento de 3 milhões de euros e era uma iniciativa inédita no país, estando a mesma verba afecta a propostas em quatro áreas: cultura, agricultura, ciência, educação e formação de adultos”. A área da cultura “sobressaiu muito”, tendo sido recebidas “muitas propostas” e Graça Fonseca sublinhou que “a votação a nível nacional foi um sucesso”.
Este ano, para a segunda edição, a dotação teve um aumento de dois milhões, passado o OPP a prever um total de 5 milhões de euros, não havendo limitação de áreas para apresentação de propostas. “Espero que haja igualmente uma boa adesão na apresentação de propostas e na votação”, vaticinou a secretária de Estado.
“Quando apresentámos os projetos vencedores de 2017, as pessoas ficaram genuinamente surpreendidas por verem a concretização da sua ideia”, frisou Graça Fonseca, ambicionando que os portugueses “continuem envolvidos e a apresentar ideias para a região e país”.
“Queremos colocar as pessoas a fazer este exercício de melhorar o país em conjunto”, concluiu.
Os 5 milhões são destinados a projetos nas cinco regiões de Portugal Continental e nas Regiões Autónomas. “O desafio é pensarmos para além da nossa rua e da nossa cidade”, disse Nuno Pereira, adjunto da secretária de Estado, explicando que as propostas devem abranger “pelo menos dois municípios” dentro de uma região ou, para serem consideradas de âmbito nacional, incidirem em “pelo menos duas regiões do país”.
A apresentação de propostas ao OPP decorre até 24 de Abril, através da plataforma digital (www.opp.gov.pt), ou nos Encontros Participativos, como o que se realizou em S. João da Madeira.
O presidente da Câmara Municipal de S. João da Madeira, Jorge Sequeira, também marcou presença neste Encontro, lembrando que, paralelamente a este processo nacional, decorre em S. João da Madeira mais uma edição do Orçamento Participativo Municipal, cujo prazo para apresentação de propostas termina esta sexta-feira, 13 de Abril. O autarca aproveitou ainda para reafirmar o triplo desafio aos sanjoanenses, para que apresentem propostas e façam as suas escolhas no âmbito dos orçamentos participativos da sua freguesia, do seu município e do seu país.
 

 

Comentar

Anónimo