Reversejar
08-03-2018 | por F.S.L.
Estatísticas

362 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar

Poesia no Universo


Há quem não queira o futuro como realidade evidente,
Há quem veja no passado a única realidade;
Viva somente p’ra ele, vire as costas ao presente;
Para nós então que postura, onde encontrar a verdade?

O Cosmos feito de tempo, e do espaço companheiro,
De um Universo a textura de uma placa ondulante,
Como as ondas são do mar, ou dos lagos – verdadeiro;
Quando uma pedra é lançada por menino ou por infante.

O futuro só existe porque o passado existiu,
E igualmente o presente estarão no tempo e no espaço,
Imutável na razão aquilo que descobriu
O pensamento humano no seu andar passo a passo.

Cosmonauta sem querer, caminheiro do infinito,
Passou, passa, vai passando por quantos tantos universos,
Passagem mais do que física ao leme do seu espírito,
O da barca que conduz sempre em idas e regressos.

Passado presente e futuro a unidade constante,
Sem um o outro não existe, voltam-se sobre si e sempre,
E por muito que se negue está tríade itinerante,
Está em nós e é bem assente – é o destino da gente.

E o homem um microcosmo, pelo tempo e pelo espaço
É semente no Universo lançada por quem alguém?
Por muito que se consuma é eterno o seu passo a passo
No seu Universo à volta peregrino do além.

 

Comentar

Anónimo