Francisco George recebido na Cruz Vermelha
Joana Correia vai ser condecorada pelo seu trabalho
15-02-2018 | por António Gomes Costa
Joana Correia, Diretora do Centro Humanitário da Delegação da Cruz Vermelha sanjoanense, vai ser distinguida, no dia 8 de Maio, com uma condecoração da Cruz Vermelha Nacional pelo “excelente” trabalho desenvolvido na Associação. A garantia foi dada por Francisco George, presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, que visitou a delegação sanjoanense no dia em que foi inaugurada uma sala de formação, que será uma fonte de rendimento para a estrutura local.
Estatísticas

2108 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar
Mais fotos

O novo presidente da Cruz Vermelha Portuguesa CVP visitou ontem, dia 14, a delegação da Cruz Vermelha CV de S. João da Madeira, onde procedeu à inauguração de uma sala de formação.
O sonho é antigo e o Centro Humanitário de S. João da Madeira da Cruz Vermelha Portuguesa tem tentado, no último ano, junto das empresas sanjoanenses, obter ajuda necessária para a construção de uma sala de formação nas suas instalações. Trata-se de um espaço de formação que tem como principal objetivo “ser uma fonte de rendimento para a estrutura local”, que se mantém sem qualquer apoio financeiro para a prossecução da sua missão diária. No entanto, a ideia da sua criação surgiu no âmbito do projeto «A Mercearia - Integração, Capacitação & Cooperação», com o qual a instituição se candidatou à Missão Continente, cujo resultado ainda não foi revelado.
Esta nova sala permitirá capacitar e emponderar as famílias que a instituição apoia, através de pequenas sessões de esclarecimento, formações e workshops na área da Gestão Doméstica e Receitas Saudáveis, sempre com o mote “fazer muito com pouco”.
O ex-diretor-geral da Saúde, Francisco George, que foi eleito por unanimidade presidente da CV em Outubro de 2017, não poupou elogios à delegação sanjoanense, bem como à coordenação da “diretora mais jovem da Cruz Vermelha”, que “administra muito bem esta delegação”, considerando um exemplo a seguir.
O dirigente, que se encontra a conhecer de perto as delegações que compõem o corpo da CV no país e a dar-se também a conhecer às autoridades, assumiu que Joana Correia vai ser distinguida, no dia 8 de Maio, com uma condecoração da CV - precisamente no dia em que a CVP celebra 155 anos. “É data onde selecionamos sempre os melhores entre os melhores para receber a ordem de mérito”, assumindo que “a Joana é um exemplo de sucesso para nós”, ideia partilhada por “todos” os diretores nacionais.
O responsável máximo da CVN apelou à “construção da solidariedade, traçou objetivos” e apresentou ainda alguns projetos da instituição a nível nacional.
Joana Correia, Diretora do Centro Humanitário da Delegação da Cruz Vermelha sanjoanense, não escondeu a satisfação desta condecoração e assumiu que a presença do presidente nacional “enche-nos de alegria, não só pela sua notável presença, mas essencialmente por percebermos que a sua vinda é sinal de mudança”. Esta responsável reconheceu ainda: “termos um presidente que se preocupa com as Estruturas Locais é crucial. Dá-nos segurança e confiança para fazer mais e melhor”. Esta responsável espera que esta passagem do presidente da CVP pela delegação sanjoanense “nos traga alento para continuar o bom trabalho” e que esta sua passagem sirva, essencialmente, para “conhecer de perto o nosso trabalho, o esforço diário que esta equipa faz para manter de pé este Centro Humanitário e nos ajude, de certa forma, a ultrapassar as dificuldades financeiras e a reconhecer formalmente as nossas respostas sociais”, enfatizou.

“É um dever continuar a apoiar a Cruz Vermelha”

Este espaço agora inaugurado só foi possível graças à colaboração de empresários. “Em Dezembro do ano passado, conseguimos o apoio de duas grandes empresas sanjoanenses”. A Cartonagem Trindade assumiu toda a obra e recheio desta nova sala. A Sinflex ajudará numa outra fase do projeto, na operacionalização da entrega dos cabazes alimentares de uma forma mais responsável, consciente e digna. “Pretendemos mostrar às nossas famílias que é possível cozinhar e gerir os produtos de uma forma mais eficaz e responsável. Também queremos com estes momentos de partilha e aprendizagem, sensibilizá-las para a importância de virem à Horta Comunitária e darem o seu contributo, fazendo parte do seu próprio processo de ajuda”, assume Joana Correia.
Por sua vez, Jorge Vultos Sequeira, presidente do Município de S. João da Madeira, garantiu, perante uma sala cheia, onde se destacava a presença de uma família de refugiados sírios, que a delegação sanjoanense “é uma marca na cidade” e garantiu a continuidade de apoio financeiro à instituição. “É um dever continuar a apoiar a CV”. O chefe máximo do executivo explicou que brevemente irá ser apresentado um programa “muito importante” junto de todas as IPSS da cidade, “programa de inovação social”, programa esse que irá “disponibilizar financiamento comunitário para projetos de inovação social”, assegurando “toda a informação e formação”, prometendo “espicaçar” estas instituições a concorrerem a este programa.
O edil reconheceu o “nobre” trabalho realizado nesta instituição e o papel que a mesma desempenha. “É a única com resposta na cidade para o Apoio às Vítimas de violência doméstica, um trabalho feito a 100 por cento com voluntários”. Relativamente a estas pessoas, assegura tratar-se do trabalho “mais bonito que existe”, considerando que o mesmo “é uma marca na cidade”, rematou.

Comentários
Anónimo | 16-02-2018 22:20 Dr Joana Correia - CVP
Muitos parabéns pelo trabalho desempenhado! Não vejo aqui agora os ressabiados(as) a reconhecer a sua competência profissional e espírito solidário! Tenham vergonha! A vossa passagem pela aquela casa envergonhou os sanjoanenses. Muitas felicidades profissionais e pessoais a esta força da natureza!!
Anónimo | 16-02-2018 22:06 Dr Joana Correia
Muitos parabéns. É um reconhecimento bem merecido! Agora não aparecem os frustrados(as) a reconhecer o óptimo trabalho feito em apenas 1 ano. Aquando da última entrevista da Dr Joana apareceram aqui a dizer inverdades só para aparecem. Tenham vergonha e limitem-se á vossa insignificãncia. A vossa passagem por aquela casa foi uma catástrofe!! Por algum motivo alguém foi demitido pela Presidência... e mais não digo. Mais uma vez Parabéns Dr Joana Correia!!!
Anónimo | 15-02-2018 12:54 Um orgulho para a cidade!
É sempre um motivo de orgulho ver que uma são-joanense é distinguida pelo mérito do seu trabalho, procurando soluções para o sucesso da Cruz Vermelha Local. Para quem a conheceu tão pequenina, o orgulho torna-se ainda maior. Como se fosse alguém da família! Parabéns a Dr. Joana Correia a mãe Cláudia e ao pai Rui Correia!

Comentar

Anónimo