Campeonato da 1.ª Divisão Distrital
Líder convenceu em Macieira de Sarnes
15-02-2018 | por Paulo Rui

Mais de três meses depois, o Macieirense voltou a perder para o campeonato
Estatísticas

604 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar

Macieirense, 1 - Oliveira do Bairro, 4

Campo do Viso em Macieira de Sarnes
 Árbitro: Renato Soares auxiliado por Rafael Castro e Gonçalo Fernandes
 
Macieirense: Rui, Rosas, Leitinho, Alfredo, Dani (Diogo 64’), Hélder (João Luís 45’), Huguito, Rúben, Roma, Miguel (Steeve 56’) e Dani Alves
Treinador: Borges
 
Oliveira do Bairro: Luís, Futre (Carnoto 66’), Marito, Luís Pires, Barreto (Ronan 73’), João Marcelo (Fábio 79’), Bruno, Rato, Alexis, Miguel e André Vaz
Treinador: Tó Miguel
 
Disciplina: cartão amarelo para João Marcelo (40’), Alfredo (61’), João Luís (63’), Carnoto (68’) e Roma (69’)
Marcadores: Luís Pires (37’), Alexis (39’), Miguel (52’), Carnoto (76’) e Steeve (78’)
Na receção ao líder do campeonato, o Macieirense voltou a sentir, passadas dez jornadas, o sabor amargo da derrota.
Esta partida, que marcou o início da segunda volta, teve um começo muito morno, com o esférico a ser disputado muito a meio campo.
O Oliveira do Bairro, fruto de um maior tempo de posse de bola, mostrou uma estratégia muito paciente, procurando chegar ao último reduto adversário com um futebol bem elaborado.
Aos 30 minutos, Barreto, fora da área, rematou muito perto da trave mas, pouco depois, os visitantes inauguraram, justamente, o marcador, por intermédio de Luís Pires.
Aproveitando a passividade dos locais, o 0-2 surgiu logo depois, através de Alexis e o terceiro só não aconteceu, de imediato, porque o remate de Barreto embateu em cheio no travessão.
Mesmo em cima do intervalo, o Macieirense respondeu através de um bom cruzamento de Huguito, que só não foi parar à cabeça de Dani Alves porque Miguel fez um corte providencial.
Na segunda parte, a toada de jogo não se alterou e o Oliveira de Bairro, aos 52 minutos, aumentou a vantagem no marcador, por intermédio de Miguel, mais uma vez, perante a falta de concentração do setor defensivo da equipa da casa, que, logo a seguir, esteve perto de reduzir, na sequência de um desvio de cabeça, de Dani Alves, que passou ao lado da baliza forasteira.
Ao longo da etapa complementar, a formação de Macieira de Sarnes demonstrou muita transpiração mas continuou a revelar pouca inspiração.
Já dentro do último quarto de hora, Carnoto fez o 0-4 para os visitantes, porém, o Macieirense fez, logo a seguir, o seu tento de honra, por intermédio de Steeve, que concluiu, de cabeça, um bom cruzamento de Roma.
Até final, destaque para uma oportunidade para cada lado; todavia, o resultado não mais se alterou, com a equipa orientada por Borges a sofrer a segunda derrota caseira para o campeonato.
Foi um mau jogo por parte do Macieirense, o que acontece a todas as equipas, e agora resta voltar a mostrar o seu valor e tentar o regresso aos triunfos na deslocação a Oiã, no próximo domingo.

 

Comentar

Anónimo