Reversejar
08-02-2018 | por F.S.L
Estatísticas

557 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar

Esgoto


Corre hoje algum jornalismo, sòmente e atrás da sarjeta,
Pois a sua intenção será sòmente “expelir”
Algumas coisas que vendem, de uma forma obsoleta,
E nunca pela intenção da verdade descobrir.

Paralelamente a tal, então vingam-se na justiça;
Como vai sendo hoje “moda” quando perde a imunidade;
Tal a evidência da forma, como ela vai à missa,
Todos os dias do ano com sua volubilidade.

Tais circuitos percorridos, por uns/outros estão à vista,
Vêm de canais criminosos em esgotos bem guardados
Que correm agora em torrentes numa fúria imprevista,
Por sarjetas tão imundas e caminhos tresmalhados.

Acefalias dizemos, mas sem conta e sem medida,
Julgadas também por cérebros de neurónios seduzidos,
Exemplos vis do Homo Sapiens na sua longa corrida,
P’ra ver quem chega primeiro à meta dos corrompidos.

Mas que destino o nosso com tais actos tão benais!
Que exemplo para a juventude ou qualquer estadio humano,
Em que berços a nascer qual o tipo de materiais,
Para suporte do futuro, seja sagrado ou profano.

Desolação na moral, com tal horizonte à vista…
Onde estarão os impolutos em que cenários se escondem?
Arranjem a solução prevista ou imprevista
Para mudar as consciências, que querem mas já não podem.

 

Comentar

Anónimo