No âmbito de projecto de conservação e dinamização espaço tem nova imagem gráfica
Descubra quantos parques há no Parque do Rio Ul
08-02-2018 | por Joana Gomes Costa
É com um desafio que a Câmara Municipal de S. João da Madeira apresenta a nova imagem gráfica do maior espaço verde do concelho. «Descubra todos os parques que há no Parque do Rio Ul», é o mote da nova imagem que pretende ser dinâmica, empática e diversa. Esta é uma das iniciativas que se inserem no projecto de conservação e dinamização do Parque, que se propõe ainda a recuperação do património e valorização da sua história, a sua afirmação enquanto espaço educativo e no âmbito do qual foi realizado um estudo que caracterizou a biodiversidade do Parque do Rio Ul.
Estatísticas

1027 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar
Mais fotos

A Casa da Natureza foi o local escolhido para a apresentação do “ponto de situação” do projecto de conservação e dinamização do Parque do Rio Ul, no âmbito do qual foi apresentada a nova imagem gráfica do espaço.
Na sessão, que se realizou na passada quarta-feira, dia 7, o presidente da Câmara Municipal de S. João da Madeira, Jorge Sequeira, sublinhou que o Parque do Rio Ul é um espaço “emblemático”, com assinatura do arquitecto sanjoanense Sidónio Pardal, que já se afirmou como “importantíssimo na nossa vida quotidiana”.
Jorge Sequeira considera mesmo que o Parque é já “um emblema regional”, traduzindo-se num “espaço de evasão, fruição da natureza, prática de desporto e de contacto com a biodiversidade”, utilizando diariamente por muitos sanjoanenses e visitantes de outras localidades.
“Queremos que [o Parque] ganhe ainda mais valor e importância e ofereça mais serviços às pessoas”, avançou o edil, sublinhando que naquele momento seriam apresentados “alguns dos passos essenciais” para cumprir esse objectivo, remetendo a divulgação de “outras medidas” já planeadas para breve.

Aposta na vertente educativa

Vera Neves, técnica do Ambiente da Câmara sanjoanense, recordou os objectivos deste projecto que resulta da aprovação de uma candidatura de 350 mil euros, comparticipados em 85 por cento por fundos comunitários do Programa Norte2020.
Relembre-se que estão previstas intervenções ao nível do património construído, com intervenção na Casa da Eira e Moinho e a construção da Casa do Forno, equipamentos onde será recriado o ciclo do pão.
Paralelamente, o projecto contempla diversas acções imateriais, desde o estudo da biodiversidade do Parque, à promoção de um programa de educação ambiental, tendo Vera Neves percorrido as actividades previstas dentro de cada vertente.
Marta Pinto, da Universidade Católica, instituição que colabora com o projecto, abordou o projecto educativo «Quantos parques há no Parque?». Apresentado aos docentes sanjoanenses no passado mês de Janeiro, este projecto engloba já um total de 18 educadores/professores inscritos, dos três agrupamentos de escolas, que vão englobar um total de 372 alunos, do jardim de infância ao ensino secundários, ultrapassando assim as expectativas.

A imagem gráfica e a biodiversidade

Alcino Vieira, da empresa responsável pela imagem gráfica do Parque do Rio Ul, sublinhou que este trabalho assentou em “três atributos fundamentais”: que a imagem fosse “dinâmica, empática e diversa”. A nova imagem está já disponível na presença do Parque do Rio Ul nas redes sociais. A assinatura «Descubra todos os Parques que há no Parque do Rio UL» visa “enfatizar” a nova dinâmica do espaço.
Ainda no âmbito deste projecto, o biólogo Paulo Alves apresentou os resultados do estudo de biodiversidade do Parque do Rio Ul. Sublinhando a grande diversidade, afirmou que este espaço é uma “autêntica floresta urbana”, com 2347 exemplares de árvores.
Deste estudo resultou a caracterização da fauna e flora do Parque, que se traduz em mais de 164 espécies e subespécies de flora, constituído este espaço, com aproximadamente 180 mil metros quadrados, habitat para mais de seis dezenas de espécies de fauna selvagem.
A apresentação deste balanço do projecto culminou com uma visita pelo Parque, durante a qual Paulo Alves teve oportunidade de explicar mais sobre a fauna e flora do espaço verde.

Ampliação para sul

Recorde-se que a Câmara já havia adjudicado, em Abril de 2017, a obra de ampliação do Parque do Rio Ul para sul (até ao limite do concelho), concluindo assim a terceira fase deste espaço verde.
Esta obra, também com assinatura do arquitecto Sidónio Pardal, vai aumentar a área do Parque para cerca de 230 mil metros quadrados, numa extensão de rio de perto de 2 mil metros. A empreitada, cujo orçamento ronda os 700 mil euros, tratará a paisagem em torno do Rio Ul como espaço livre, de recreio e lazer.
Na memória descritiva do projecto, o arquitecto define que, «no conjunto, pretende-se obter uma paisagem naturalista, dando continuidade ao Parque já existente a Norte».

Comentar

Anónimo