Campeonato da 1.ª Divisão Distrital
Macieirense segue firme no pódio
08-02-2018 | por Paulo Rui

Com esta vitória, o Macieirense aumentou a vantagem para o quarto classificado
Estatísticas

617 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar

Macieirense, 3 - G. Rui Dolores, 1

Campo do Viso em Macieira de Sarnes
 
Árbitro: Carlos Tavares auxiliado por Vítor Almeida e Luís Almeida
 
Macieirense: Rui, Rosas, Xavi, Leitinho, Dani, Huguito, Hélder, Rúben (Alfredo 90’), Roma (Bruno 64’), Steeve (Diogo 77’) e Dani Alves
Treinador: Borges
 
Ger. Rui Dolores: Higuita, Toninho, Coutinho, Lucho, Vítor, Gui, Cláudio, André (Tiago 56’), Abelha (Jonas 86’), Bernardo e Yann
Treinador: Leonel Castro
 
Disciplina: cartão amarelo para Higuita (53’), Lucho (56’), Yann (60’), Gui (67’), Hélder (77’) e Huguito (85’)
 Marcadores: Dani Alves (30’ e 90+3’), Steeve (54’) e Tiago (69’)
 
Na derradeira jornada da primeira volta, o Macieirense voltou a derrotar a Geração Rui Dolores, depois de já o ter feito para a Taça de Aveiro.
Os minutos iniciais mostraram duas equipas com pouca intensidade e a jogar sem grande objetividade.
Aos 11 minutos, Roma isolou Rúben que, contudo, acabou por rematar fraco à figura de Higuita.
Numa fase em que até não estava bem na partida, a equipa de Macieira de Sarnes adiantou-se no marcador. Dani cruzou para Dani Alves que, depois de dominar o esférico, fez o 1-0, marcando o seu décimo golo da temporada.
Quando se pensava que a vantagem daria uma maior tranquilidade ao Macieirense, aconteceu, precisamente, o contrário, com os visitantes a assumir o controlo do desafio e a estar muito perto do empate.
À passagem do minuto 41, Gui cabeceou para uma enorme defesa, com o pé direito, de Rui e, pouco depois, o guardião macieirense voltou a estar em plano de destaque, ao efetuar mais uma grande intervenção, após um forte remate de Vítor.
Na etapa complementar, a formação orientada por Borges aumentou, aos 54 minutos, a contagem, por intermédio de Steeve, que assim se estreou a marcar pelo clube, depois de um canto cobrado por Rúben.
Apesar de ter uma vantagem mais confortável, o Macieirense não conseguiu afirmar-se como seria de esperar, pairando a sensação de que os visitantes poderiam fazer um golo, o que, eventualmente, acabou por acontecer.
Aos 68 minutos, Tiago, na marcação de um livre frontal, rematou para nova boa defesa de Rui; no entanto, no minuto seguinte, o mesmo Tiago, num livre lateral, reduziu para 2-1.
Motivados com o golo, a Geração Rui Dolores partiu em busca da igualdade, mas foram os locais que estiveram novamente perto de marcar, todavia, Dani Alves acabou por cabecear ao poste. A dois minutos dos 90, Tiago, em novo livre frontal, teve, no pé direito, o empate, mas Rui, com outra excelente defesa, não o permitiu.
Já em período de descontos, a equipa da casa sentenciou o encontro, depois de um bom cruzamento de Diogo para o cabeceamento certeiro de Dani Alves, que, assim, bisou no desafio.
Triunfo difícil do Macieirense, que, no próximo domingo, recebe a visita do líder invicto, Oliveira do Bairro.
 
 

Comentar

Anónimo