Campeonato da 1.ª Divisão Distrital
Macieirense meteu a quinta
11-01-2018 | por Paulo Rui

Num dérbi fraco, o Macieirense contnua na senda dos bons resultados
Estatísticas

456 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar

Macieirense, 2 - Milheiroense, 0


 Campo do Viso em Macieira de Sarnes
 Árbitro: António Resende auxiliado por Alexandre Moreira e Fábio Miranda
 
Macieirense: Rui, Rosas, Xavi, Alfredo, Dani, Huguito, Abel, Rúben (Diogo 83’), Roma (Tiago 88’), João Luís (Talhas 57’) e Dani Alves
Treinador: Borges
 
Milheiroense: Rui, Cerqueira, Barbosa, André, Joel, Marques, Maia, Joãozinho (Filipe 75’), Marcelo I (Marcelo II 85’), Toninho e Balona (Leo 69’)
Treinador: Vítor Moreira
 
Disciplina: cartão amarelo para Alfredo (39’), Joãozinho (51’), Dani Alves (60’) e Maia (70’)
Marcadores: Roma (78’) e Dani Alves (82’)
 No primeiro jogo de 2018, o Macieirense fez os dois golos já perto do final, averbando o seu quinto triunfo consecutivo para o campeonato.
Num domingo com muito frio, este dérbi de clubes vizinhos trouxe muito público ao Campo do Viso que, contudo, acabou por assistir a um encontro que não deixou muitas saudades.
Os minutos iniciais foram um sinal do que seria o resto da partida, com ambas as equipas a jogar a um ritmo baixo e com um futebol muito «mastigado» a meio campo.
A paragem de três semanas na competição, devido à quadra festiva, fez-se sentir nos dois lados e não foi de estranhar que o primeiro e único lance de perigo tenha surgido num lance de bola parada. Aos 40 minutos, Marcelo, na marcação de um livre lateral, rematou colocado para uma enorme defesa de Rui, que assim segurou o nulo ao intervalo.
A abrir o segundo tempo, Dani Alves surgiu isolado pela direita, mas não conseguiu efetuar o remate e o esférico acabou nas mãos do guardião Rui.
A qualidade de jogo melhorou um pouco na etapa complementar, no entanto, a nota artística andou arredada de Macieira de Sarnes.
À entrada para os der­radeiros 15 minutos, Maia, do meio da rua, atirou forte para mais uma boa intervenção de Rui.
Na resposta, Dani Alves, após um lance confuso, colocou a bola dentro da baliza visitante; contudo, o árbitro, por indicação do seu assistente, assinalou uma falta fora da área, originando muitos protestos por parte da formação da casa. Mas a repor justiça, Roma, na marcação do livre, fez um golo do outro mundo, ao colocar o esférico mesmo no ângulo superior direito, motivando uma explosão de alegria nos adeptos macieirenses.
Pouco depois, surgiu o 2-0 por intermédio de Dani Alves, que teve apenas que encostar, de cabeça, depois de uma grande jogada individual de Roma.
Até final, os locais dominaram o rumo dos acontecimentos e seguraram a preciosa vantagem no marcador.
O Macieirense acabou por ser a equipa mais feliz, num encontro disputado mas de fraca qualidade.
Numa altura em continua a ocupar o quinto lugar da classificação mas a apenas três pontos do segundo classificado, o clube de Macieira de Sarnes desloca-se, no próximo domingo, à Mealhada.

 

Comentar

Anónimo