Futebol
Campeonato de Portugal - Série B - 12.ª jornada
Vantagem no marcador não chegou para trazer pontos
07-12-2017 | por Augusto Lopes
Estatísticas

500 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar

Sousense, 2 - Sanjoanense, 1

Jogo: Estádio 1.º Dezembro, na Foz do Sousa
Árbitro: André Neto, do C.A. da A.F. de Vila Real

Sousense: Ivo; Roberto, Ribas, Litos e Carreira; Igor, Vítor Hugo e Rogério; Vítor Rocha, Telmo e Paulinho
Ainda utilizados: Chico por Litos (62’), Vítor Andrade por Telmo (62’) e Dinando por Igor (71’)
Treinador: Paulo Meneses

Sanjoanense: Cristiano; Castro, Igor, Almeida e Pedro Tavares; Miccoli, Júlio e Teles; Murilo, Mateus e Edi
Ainda utilizados: Esteves por Júlio (67’), Ken por Murilo (76’) e Leo por Edi (76’)
Treinador: Fernando Pereira

Marcadores: Edi (54’), Rogério (63’ e 88’ de gp)
Disciplina: cartões amarelos – Vítor Rocha (32’), Paulinho (33’), Telmo (49’), Mateus (69’), Igor da ADS (75’ e 88’), Castro (80’), Cristiano (88’), Rogério (90’+02’) e Dinando (90’+04’)
Cartão vermelho (por acumulação): Igor da ADS (88’)

Foi uma primeira parte de algum equilíbrio, mas com alguma predominância por parte dos alvinegros, que na segunda parte entraram bem, no jogo abrindo por isso mesmo o marcador por intermédio de Edi, quando apenas estavam decorridos nove minutos.
A partir, principalmente dos 15 minutos da etapa complementar, os donos da casa, a precisarem de pontos como “de pão para a boca”, começaram a jogar com mais pressão, pelo que obtiveram o empate na passagem do minuto 63 para, a dois minutos do final do jogo, fazerem o segundo golo na marcação de uma grande penalidade, muito polémica, por uma eventual mão de Igor, que assim sofreu também a expulsão devido à mostragem do segundo cartão amarelo.
De realçar ainda o remate de Júlio ao ferro da baliza do Sousense, após remate de Mateus, que se encontrava em boa posição de obter êxito.
Arbitragem muito polémica, com grande realce para a marcação da grande penalidade, no mínimo, poderá dizer-se muito duvidosa.

Comentar

Anónimo