Hóquei em Patins
Seniores Masculinos - Taça de Portugal - 2.ª Eliminatória
Sanjoanense esteve Livre para o acesso aos 32 avos de final
07-12-2017 | por António Anacleto
Estatísticas

387 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar

Escola Livre, 3 - Sanjoanense, 5

Jogo no Pavilhão da Escola Livre em Oliveira de Azeméis

Árbitro: Jerónimo Moura (Porto)

Escola Livre: Pedro Oliveira (gr), Tozé Silva, Eduardo Amorim, Bruno Andrade e Bruno Cardoso
Suplentes: Tó Costa, Ricardo Bastos, Hugo Santos, José Rodrigues e Hélder Cereja (gr e cap)
Treinador: Rui Batista

AD Sanjoanense: Bernardo Moreira (gr), Pedro Cerqueira, Afonso Santos, Alex Mount e Pedro Rego
Suplentes: João Cruz, Tiago Almeida, José Almeida, Bruno Moreira e Marco Lopes (gr e cap)
Treinador: José Carvalho
Ao intervalo: 1-1
Marcha do marcador: 1-0 Tozé Silva (5’), 1-1 João Cruz (23’), 1-2 Tiago Almeida (27’), 2-2 Ricardo Bastos (38’), 2-3 Alex Mount (40’), 3-3 Ricardo Bastos (43’), 3-4 Alex Mount (44’), 3-5 José Almeida (50’)
Acão disciplinar: Cartão azul para Bruno Moreira (33’)
Faltas: Escola Livre 10 | AD Sanjoanense 10

A Sanjoanense cumpriu o que lhe era pedido, vencer a Escola Livre, uma equipa que ocupa a segunda posição no Campeonato Nacional da 3.ª Divisão – Zona B. José Carvalho aproveitou e fez algumas mudanças no seu cinco inicial, por se tratar de um jogo de Taça de Portugal.
Uma primeira parte equilibrada, com a formação da casa a adiantar-se no marcador, decorriam os primeiros cinco minutos de jogo. Os alvinegros, em desvantagem, tudo fizeram para inverter este resultado, mas o esforço dos locais ia retardando o ímpeto atacante dos alvinegros. Só com alguma persistência conseguem, por João Cruz, a dois minutos do descanso, em excelente apontamento, o empate a uma bola; este era o resultado ao intervalo.
Vem a 2.ª parte e a reviravolta no marcador. Tiago Almeida (2’) descobre o caminho do golo, fazendo o 1-2. A Escola Livre não acusa o golo sofrido e consegue novamente o empate a duas bolas. Na contra resposta, o inglês Alex Mount adianta os alvinegros. A resistência dos locais não tinha terminado e conseguem novo empate, desta feita a três bolas. Alex Mount a bisar e José Almeida selaram a vitória da Sanjoanense com direito a carimbarem a passagem ao 32 avos de final da Taça Portugal.
Vitória justa dos alvinegros num rinque bastante difícil com um piso cimentado, complicando por vezes as ações atacantes desta equipa mais experiente.
Em sorteio realizado esta segunda-feira, a Sanjoanense irá visitar a cidade de Famalicão, defrontando o Famalicense, a 6 de Janeiro, num jogo que dará acesso em caso de vitória de umas das equipas de alcançar os 16 avos de final.
O campeonato regressa já este sábado, a Sanjoanense desloca-se a Marco de Canaveses, em jogo a contar, para a 10.ª jornada, pelas 18h30.

Comentar

Anónimo