Andebol
07-12-2017
Estatísticas

469 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar

Campeonato Nacional 2.ª Divisão
Vitória coloca ads/Clínicas cmp a apenas um ponto do primeiro classificado

Estarreja, 25 - Sanjoanense/ClÍnicas CMP, 33

ADS: Ricardo Gaspar, Mário Lopes (3), João Pinhal, Xavier Costa, Diogo Taboada (3), Hugo Terra, Patrick Lemos (7), Ricardo Pinho (1), Rui Rodrigues (5), Alexandre Relvas (8), Eduardo Pereira, Pedro Garcia (4), Ricardo Pinho, Antonio Brandão, Tiago Arrojado (2)

Este jogo realizou-se nas Travessas por inversão da jornada e foi o 1.º jogo da segunda volta do campeonato contra um adversário bem conhecido e que partilhava a mesma posição na tabela. A equipa alvinegra, que ficará sem Bruno Pinho pelo menos por mais um mês, o Bruno será operado brevemente, apresentou-se com o seu novo reforço, o internacional brasileiro Patrick Lemos. A equipa alvinegra entrou muito bem no jogo, impondo um ritmo elevado e comandando sempre a partida, chegando mesmo a estar a vencer por 10 golos de diferença a meio da primeira parte. O Estarreja, sempre muito dependente de Alberto Silva, acabou por conseguir uma recuperação e chegou ao intervalo com uma diferença de apenas seis golos.
No início da 2.ª parte, uma boa entrada do Estarreja surpreendeu os homens de São João da Madeira e conseguiu ainda encurtar a distancia até aos três golos. Da parte da ADS, esteve em destaque Alexandre Relvas, com oito golos, e Mansores, que entrou para a baliza na segunda parte, tendo feito várias excelentes defesas. A 15 minutos do fim, Nuno Silva lançou para o jogo Patrick Lemos, que  teve ainda  tempo para marcar por sete vezes e a mostrar que é, sem dúvida, um desiquilibrador de jogo. A 10 minutos do final, o técnico da ADS viu o cartão vermelho por protestos, após dois lances em que jogadores do Estarreja ”cortaram” lances com o pé sem acção da equipa de arbitragem.
Com esta vitória, a equipa alvinegra está em quarto lugar da tabela, mas apenas a um ponto do 1.º classificado.
Na próxima sexta-feira, dia 8 de Dezembro, recebe a Académica de Coimbra, que se encontra em último lugar, sem qualquer vitória. 

 

Juvenis Masculinos
2.ª Divisão - 3.ª Jornada (jogo em atraso)
Ads B/Mais Óptica, 27 - S. Paio Oleiros, 38

Jogo contra o segundo classificado, que praticamente já se encontra apurado para a próxima fase, onde, apesar da derrota, não podemos estar totalmente insatisfeitos com a nossa prestação, pois entregámo-nos totalmente ao jogo, com o intuito de fazer o nosso melhor. Esta é a atitude que se pretende para todos os jogos!
Neste jogo, o fator desequilibrador entre as duas equipas esteve na consistência exibicional, pois, para além dos momentos excelentes que tivemos, fomos alternando com momentos menos bons, que foram prontamente aproveitados pelo adversário. O Oleiros, neste aspeto, esteve muito mais equilibrado, o que lhes permitiu ter o jogo quase sempre controlado.
Outro aspeto positivo a retirar deste jogo foi o nosso ataque, já se começa a ver evolução e começámos a estar mais próximos daquilo que treinamos; para comprovar isto, é de realçar que este foi o segundo jogo com mais golos da nossa equipa, mesmo estando a disputá-lo contra uma equipa que este ano tem como objetivo subir para a primeira divisão nacional (comentários ao jogo pelo técnico Daniel Martins).


Iniciados Masculinos
Campeonato Nacional - Fase de Apuramento
 Vacariça, 28 - Ads A/Mais Óptica, 21

Primeira jornada da 2.ª fase menos conseguida. Apesar de uma primeira parte de grande equilíbrio, onde saímos para o intervalo a vencer por um golo de diferença, a exibição da equipa não foi a melhor. Muita desconcentração na defesa e pouca agressividade. Na 2.ª metade, mantivemos o mesmo registo e a equipa do Vacariça aproveitou e deu a volta ao resultado, conseguindo criar uma vantagem de 4/5 golos nos primeiros 10 minutos. A meio da segunda parte, alterámos o sistema defensivo e tivemos uma reação positiva da nossa equipa no capítulo defensivo, o que pouco adiantou, pois no ataque não estávamos a encontrar soluções. Foi um jogo menos conseguido por parte da nossa equipa, que acabou por ”pagar a fatura” pela falta de concentração e garra.
O resultado não representa a diferença das duas equipa, mas acaba por justificar a nossa fraca prestação. Somos capazes de mais e prometemos fazer melhor!


Iniciados Masculinos
Campeonato Nacional - Fase de Apuramento
ADS A/Mais Óptica, 37 - Avanca, 33

Segundo jogo da jornada dupla, desta vez no nosso reduto frente ao Avanca.
Um jogo que já esperávamos equilibrado, devido à qualidade individual dos atletas do Avanca, mas que sabíamos que precisávamos de dar uma boa resposta face ao jogo inaugural menos positivo com o Vacariça.
A equipa entrou confiante e determinada, bem organizada ofensivamente e sem grandes problemas para ultrapassar o sistema defensivo aberto do Avanca. Algumas falhas defensivas, sobretudo na entre-ajuda, permitiram que sofrêssemos demasiados golos.
Destaque para a exibição do André Teixeira, que terminou com um registo de 16 golos.
Que venha mais uma semana de trabalho.


Juvenis Masculinos - 1.ª Jornada
Juve Lis, 21 - Sanjoanense, 36

Vitória importante que acabou por ser mais fácil devido a uma excelente entrada em jogo. Faltou mais eficácia e concentração para o resultado ser mais dilatado. Mas o mais importante conseguiram: ganhar, todos jogar e marcar.
Parabéns a todos, para a semana recebemos o campeão nacional e invicto vai fazer ano e meio, Sporting CP.
Vamos trabalhar para tentar surpreender.

Saul Alves

Campeonato Nacional de Infantis Feminino - Série A
Sanjoanense/Mais Óptica, 12 - A.C. Salreu, 7

Última partida desta primeira fase e já com o apuramento da equipa definido, restava confirmar a liderança invicta. E mais uma vez o favoritismo da equipa alvinegra confirmou-se, apesar do resultado escasso em golos marcados. Mais uma vez, a estratégia do técnico da Sanjoanense foi a de lançar atletas com menos tempo de jogo e assim colocá-las perante as dificuldades de adversários mais experientes. Nesse sentido, a primeira parte foi bastante equilibrada, mas com baixa produtividade, 2-2 ao intervalo; no entanto, serviu para que as jovens atletas ganhassem mais tempo de competição. Na segunda parte, e já com as jogadoras mais experientes em campo, a história do jogo foi outra e a vitória confirmou-se com naturalidade.
Com esta vitória, a Sanjoanense venceu a sua série com cinco jogos e cinco vitórias, ficando já à espera da segunda fase, onde o grau de dificuldade já será seguramente outro.
ADS: Sofia Vlasyuk, Sofia Sousa, Joana Faria, Mariana Barata, Vanessa Laureano, Daniela Sebastião (3), Laura Tavares, Maria Bartolo (1), Cátia Oliveira (1), Maria Pereira, Filipa Ferreira, Maria Santos (3), Leonor Silva (2), Ana Almeida, Luciana Rebelo (1) e Maria Pinho (1)
Treinador: Manuel António


Campeonato Nacional de Iniciados Femininos
Monte, 29 - Sanjoanense A/Mais Óptica, 23  

Com as duas equipas a disputarem o terceiro lugar do grupo, a vitória sorriu à da casa. A equipa A da Sanjoanense procurava mais uma vitória, de forma a consolidar a terceira posição; no entanto, deparou-se com um adversário que trazia o mesmo objetivo para o campo, e que a jogar em casa não quis deixar os créditos por mãos alheias. Ao intervalo, o equilíbrio era nota dominante, com o resultado empatado a 12. No entanto, a segunda parte a história do jogo foi outra, com a equipa do Monte a destacar-se no marcador e a registar uma diferença de seis golos no resultado final. Não foi por esta derrota que a Sanjoanense hipotecou as suas probabilidades de dar continuidade no nacional da modalidade, mas seguramente que serviu como um sinal para os próximos jogos, onde todo o empenho e entrega ao jogo são indispensáveis, para que o resultado final seja o mais desejado. Em termos individuais, a Luciana Rebelo e a Inês Bastos destacaram-se na finalização, contribuindo para a maioria dos golos marcados pela equipa.
ADS: Patrícia Faria, Inês Bastos (7), Inês Moreira, Inês Coelho (1), Luciana Rebelo (10), Inês Lima, Patrícia Pereira (2), Ana Gonçalves, Andreia Correia, Mariana Pinho (3)  
Treinador: Rui Andrade


Salreu, 20 - Sanjoanense “B”/Mais Óptica, 26
A equipa B de iniciados femininos da Sanjoanense tem vindo a fazer uma primeira fase bastante positiva, alcançando vitórias em jogos que inicialmente se julgaria serem de um grau de dificuldade superior. No entanto, esta jovem equipa continua a surpreender pela positiva e, no passado domingo, dia 3 de dezembro, obteve mais uma vitória fora de portas e por números esclarecedores. Depois de uma excelente primeira parte, onde obteve uma margem confortável de seis golos, tendo chegado ao intervalo a vencer por 7-13, na segunda parte limitaram-se a gerir a vantagem e confirmaram a vitória por 20-26.
Sanjoanense: Sofia Vlasyuk, Mariana Barata (3), Inês Silva, Maria Calhau (1), Maria Costa (5), Leonor Silva (4), Maria Santos, Daniela Sebastião (6), Beatriz Soares, Maria Pinho (7)
Treinador: Manuel António

Juvenis Femininos (Jogo particular)
Arsenal Canelas, 28 - Sanjoanense/Mais Óptica, 28

A equipa juvenil feminina competiu, na passada sexta-feira, 1 de dezembro, pela primeira vez em jogo-treino realizado no pavilhão do Arsenal Canelas. A equipa alvinegra entrou em campo com apenas cinco atletas com idade juvenil, sendo as restantes ainda iniciadas. Com esta partida, deu-se início a um conjunto de jogos de preparação para a competição oficial, que terá início no próximo mês de janeiro. Até lá, os jogos treino e a participação no torneio KakyGaia serão indispensáveis para o crescimento da equipa. Entretanto, nesta primeira partida, destaque para o bom desempenho da equipa, que já mostrou algum entrosamento, mesmo contando com duas atletas que estão ainda a dar os primeiros passos na modalidade. A Inês e a Rita, que iniciaram a prática da modalidade no início desta época, apesar do nervosismo inicial, demonstraram já determinação, garra defensiva e finalização. Estreia com nota positiva para a equipa juvenil e em particular para as duas atletas, que terão novo desafio já no próximo dia 8 de dezembro, perante o mesmo adversário.

 

Patrick Lemos reforça equipa
A secção de andebol da AD Sanjoanense/Clínicas CMP reforça o seu plantel sénior com o internacional brasileiro Patrick Lemos.
O Patrick é natural de Mato Grosso, tem 21 anos, 1,92m e 95kg, é um jogador rápido que tem como posição preferencial lateral esquerdo e central.
Este ano representou a seleção do Brasil sub21 no mundial da Argélia e no campeonato Pan Americano do Paraguai, onde foi o melhor marcador.
A direção refere que este atleta encaixa na perfeição no plantel, reforçando e colmatando a falta de um atirador de meia distância, que já procurava há algum tempo.  Além das suas capacidades ofensivas, também se destaca na defesa e na combatividade que coloca em campo. Este ano, o Patrick realizou os dois primeiros jogos do campeonato da 1.ª divisão portuguesa ao serviço do FC Porto, tendo viajado para o Brasil por motivos pessoais. Hoje regressa a Portugal para representar a ADS/Clínicas CMP.

Comentar

Anónimo