Após análises confirmarem parâmetro em conformidade
Piscina interior reabriu na segunda-feira
30-11-2017 | por Joana Gomes Costa
A piscina interior do Complexo Desportivo Paulo Pinto foi reaberta ao público na tarde da passada segunda-feira, 27 de Novembro, após tratamento da água e confirmação de análises com parâmetros em conformidade. Os utentes da Escola de Natação do município vão ser compensados pelas aulas canceladas.
Estatísticas

303 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar

A piscina interior do Complexo Desportivo Paulo Pinto foi reaberta ao público na tarde da passada segunda-feira, seis dias depois de ter sido encerrada devido a um parâmetro analítico não conforme numa das análises à água do tanque.
«As análises realizadas após o tratamento efectuado à água revelam que os parâmetros estão em conformidade, pelo que este equipamento municipal pode reabrir ao público», escrevia a Câmara em informação divulgada na Internet algumas horas antes da reabertura.
Relembre-se que após a constatação de um parâmetro analítico não conforme, a autarquia informou o Delegado de Saúde que confirmou a medida de encerramento temporário da piscina e realização de medidas correctivas.
A piscina reabriu depois de concluído o tratamento da água e de se terem confirmado resultados analíticos dentro dos requisitos legais exigidos.
Na nota publicada esta semana a autarquia agradeceu «a compreensão de todos os utentes da piscina face à interrupção do serviço».

Utentes compensados pelas
aulas canceladas

Na reunião de Câmara desta terça-feira, o presidente Jorge Sequeira avançou que a autarquia irá compensar os utentes da Escola de Natação pelas aulas canceladas devido ao encerramento temporário da piscina. Os utentes devem informar-se junto da secretaria do Complexo Desportivo Paulo Pinto
Esses utilizadores têm a possibilidade de optar por uma das seguintes modalidades de compensação: duas senhas de entrada na piscina no regime livre; desconto de 25 por cento na próxima mensalidade; ou reposição das aulas perdidas.
Em comunicado, a autarquia avançou que, durante o período de encerramento, foram encontradas soluções alternativas para o treino dos atletas dos clubes de S. João da Madeira que dispõem de secções de natação: a Associação Desportiva Sanjoanense e a Associação Estamos Juntos. «Com a boa colaboração» de municípios vizinhos, esses nadadores puderam continuar a sua preparação nas piscinas de Escariz (Arouca) e de Oliveira de Azeméis.
Relativamente às turmas das escolas da cidade que, nesses dias, iriam ter aulas na piscina interior do Complexo Desportivo Paulo Pinto, procedeu-se à sua transferência para o Pavilhão das Travessas, onde realizaram outras actividades de educação física.

Comentar

Anónimo