“Florbela” passa nos Paços da Cultura a 7 de dezembro (quinta-feira)
O retrato íntimo de Florbela Espanca na próxima sessão do Cine S. João Cinema alternativo em S. João da Madeira com entr
30-11-2017
A obra e a vida da poetisa Florbela Espanca (1894-1930) inspiram filme programado para a próxima sessão do clube de cinema “Cine S. João”, a decorrer no dia 7 de dezembro, às 21h30, no auditório dos Paços da Cultura de S. João da Madeira. A entrada é gratuita.
Estatísticas

157 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar

 Com argumento e realização de Vicente Alves do Ó, “Florbela” (M12) é a primeira adaptação para cinema da vida da poetisa de Vila Viçosa, com Dalila Carmo como protagonista e contando ainda no elenco com nomes como Ivo Canelas e Albano Jerónimo.
 Situado um Portugal atordoado pelo fim da I República, este título cinematográfico constitui, como se pode ler na sinopse, “o retrato íntimo de Florbela Espanca: não de toda a sua vida cheia de sofrimento, mas de um momento no tempo, em busca de inspiração, uma mulher que viveu de forma intensa e não conseguiu amar docemente”.
 “Florbela”, produzido pela Ukbar Filmes, obteve diversos prémios, entre os quais o de melhor filme e melhor realizador do Festival de Cinema de Bogotá. A nível nacional, foi distinguido nos “Caminhos do Cinema Português” e nos Globos de Ouro.
 
Tertúlia com o realizador Vicente Alves do Ó
 
Após a exibição do filme nos Paços da Cultura, os espetadores têm a oportunidade de participar numa tertúlia com o realizador Vicente Alves do Ó, durante a qual se falará deste título em particular e da sua obra como cineasta, iniciada no ano 2000 com dois telefilmes da SIC – “Monsanto” e “Facas e Anjos” – e a colaboração no projecto de António Pedro Vasconcelos “Os Imortais”.
 Desde então, escreveu argumentos para realizadores como Mário Barroso, Solveig Nordlund e António da Cunha Telles, tendo realizado diversas curtas-metragens, nomeadamente “Entre o Desejo e o Destino” e “Castelos no Ar “. Em 2011 estreou a sua primeira longa-metragem: “Quinze Pontos na Alma”.
 O “Cine S. João” é uma iniciativa Associação de Promoção da Juventude (APROJ), que conta com o apoio da Câmara de S. João da Madeira e a parceria do Cine Clube de Arouca.

Comentar

Anónimo