Rotary Club de S. J. da Madeira – Visita Oficial do Governador
«A humanidade é a nossa missão!»
16-11-2017 | por Comissão Imagem Pública do Rotary C. S. J. da Madeira
Estatísticas

580 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar
Mais fotos

Como é da tradição rotária, uma vez por ano, o Governador do Distrito efetua uma visita a todos os clubes do Distrito Rotário. No dia 10 de novembro, o Governador do Distrito 1970 (centro e norte de Portugal), companheiro Alberto Soares Carneiro, efetuou a habitual Visita Oficial do Governador ao Rotary Club de S. João da Madeira.

Visita a empresas
A visita começou com uma passagem por duas empresas sanjoanenses, que se têm destacado pelo seu dinamismo e sentido de inovação: a SINFLEX e a FEPSA. Na primeira destas empresas, vocacionada para a produção e fabrico de molas técnicas e zig-zag, a delegação rotária foi recebida pelo CEO Fernando Almeida que, de forma muito amável e circunstanciada, fez um relato do historial da empresa e do seu modo de funcionamento. A delegação que acompanhava o governador teve a oportunidade de ficar a conhecer todos os setores, ficando todos fortemente impressionados pelo espírito inovador que se respira naquela unidade fabril. No final, durante uma breve reunião, o Governador teve também oportunidade de explicar o modo de funcionamento e os grandes objetivos do movimento rotário.
Finda esta visita, a delegação dirigiu-se à FEPSA, fabrico de feltro para chapéus, onde foi simpaticamente acolhida pelo presidente do Conselho de Administração, Ricardo Figueiredo, que começou por dar uma explicação sobre os materiais utilizados no fabrico dos feltros, a que se seguiu uma passagem por todo o processo de fabricação, terminando pela apresentação de alguns chapéus emblemáticos com origem na FEPSA, nomeadamente o do presidente dos EUA, George Bush e o do Papa Francisco.

Jantar festivo
Após uma reunião de trabalho entre o Governador e os membros do clube, na Torre da Oliva, realizou-se o tradicional Jantar Festivo, em que participaram também o Presidente da Câmara Municipal, Jorge Sequeira, rotários de mais de uma dezena de clubes, amigos e entidades locais. O presidente do clube, companheiro João Garrau, deu aos boas vindas ao governador e a todos presentes.  O jantar iniciou-se com a cerimónia de admissão de mais uma associada do clube, a quem foram impostas as insígnias rotárias, por um dos fundadores do clube, Flores Santos Leite, e pelo próprio Governador.
O Presidente da Câmara, Jorge Sequeira, manifestando-se impressionado com o número de clubes presentes, salientou o poder de atratividade do concelho de S. João da Madeira, “pequeno no seu território geográfico, mas grande na sua capacidade de inovação e de empreendedorismo”, pela diversidade das áreas que oferece aos seus visitantes, desde a temática artística e cultural, à vitalidade do seu tecido empresarial. Seguidamente manifestou a sua grande identificação com os princípios humanitários e solidários de Rotary, a ponto de a primeira medida adotada pelo seu executivo ter sido dirigida à área social: a reintegração dos sem-abrigo. Logo a seguir, usou da palavra o Past-governador Henrique Maria Alves, em representação dos clubes presentes, manifestando a sua alegria por, mais uma vez, participar numa cerimónia com tanto significado para o movimento rotário. No seu discurso, o presidente do clube, João Garrau, centrou-se num tema que lhe é particularmente caro: a necessidade de apoio às famílias, na orientação escolar e vocacional dos seus filhos.
Para assinalar a visita, o pintor rotário Jorge Miguel ofereceu ao Governador um retrato de sua autoria, ato já com tradição nas visitas dos governadores ao clube sanjoanense; também o Presidente da Câmara, o Governador e o Presidente do Clube trocaram, entre si, alguns presentes, forma simbólica de reforçar os laços de amizade e companheirismo que resultam sempre destes momentos.
O último orador foi o Governador Soares Carneiro, que, após saudar os presentes e particularmente a nova associada do clube, começou por confessar ter-se sentido “maravilhado com a visão do Palacete dos Condes, onde será instalada a nova sede do Clube e a sua Universidade Sénior; mas o que mais me enche de satisfação é o número de projetos em que está envolvido o Rotary Club de S. João da Madeira. Isso prova que, quando nos juntamos, conseguimos fazer mais”. Passou depois em revista os grandes projetos nacionais e internacionais do movimento rotário – combate à poliomielite e à cegueira evitável, construção de escolas em países pobres, saúde oral, promoção da paz… – para concluir com a frase que melhor resume a abrangência de Rotary Internacional - «A humanidade é a nossa missão!».
 
 

Comentar

Anónimo