«Veggie Fest», dias 14 e 15 de Outubro, na Oliva Creative Factory
O festival que quer descomplicar a alimentação vegetariana
13-10-2017 | por Joana Gomes Costa
Descomplicar e desmistificar a alimentação vegetariana, mostrando que é possível aprender a confeccionar pratos cheios de sabor, nutricionalmente ricos e adaptados às necessidades de cada membro da família, com alternativas à carne e ao peixe. Este é o objectivo do «Veggie Fest», o evento que, nos dias 14 e 15 de Outubro, reúne na Oliva Creative Factory conhecimento sobre novas opções gastronómicas, onde o saudável e biológico pode também conviver com o conceito do fast-food. Alimentação infantil, nutrição e cozinha saudável fácil e acessível vão estar em destaque nos showcookings e conversas informais que fazem parte do programa, onde não falta também a animação para os mais novos.
Estatísticas

317 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar

Simpatizantes do regime vegetariano há cerca de 11 anos, Pedro Andrade e Rosário Alves sentiram ter chegado o momento de reunir num só espaço informação e conhecimento sobre a alimentação vegetariana.
Mais do que mudar mentalidades, procuram informar e mostrar que é possível criar pratos vegetarianos, com alternativas à carne, ao peixe e ao marisco, de forma acessível, fácil e saborosa, sem perder ao nível nutricional.
No «Veggie Fest» poderá encontrar um pouco de tudo. Da comida saudável ao fast-food. Da alimentação infantil à nutrição. Sempre com sabor e equilíbrio.
“A sociedade já está à procura destes temas”, constata Pedro Andrade, percorrendo o nome dos convidados que reúne um painel que vai do consagrado Chef Chakall, a Gabriela Oliveira (a autora de livros sobre alimentação vegetariana mais vendida em Portugal), aos nutricionistas Sandra Gomes Silva (que participou na elaboração do manual sobre introdução da alimentação vegetariana nas escolas pela Direcção-Geral da Saúde) e Darchite Kantelal (especialista em nutrição desportiva), a Nuno Alvim (presidente da Associação vegetariana Portuguesa), às bloggers Leonor Cício («Na Cadeira da Papa») e Joana Alves («Le Passe Vite»), que se têm destacado nas áreas da alimentação infantil e saudável, contando já com livros publicados, entre outros.
Com o «Veggie Fest», a organização procura “disponibilizar informação”, reunindo num só evento “pessoas que estão a fazer trabalho na área da alimentação saudável”, desde o “saber fazer”, à procura de alternativas que permitam a confecção de pratos “saborosos, sem perder valores nutricionais”.
Em debate estarão também temáticas como a introdução de alternativas vegetarianas nas cantinas públicas e esta alimentação em idade escolar, ou a nutrição no desporto, sendo que do lado dos workshops e momentos de showcooking serao abordados os temas como doces sem culpa, ou marmitas saudáveis, entre outros.
Mas o festival pretende aliar a “parte pedagógica ao entretenimento”, pelo que, ao longo dos dois dias, diversas marcas e produtores da região vão proporcionar demonstrações e degustações, apresentando alternativas biológicas e vegetarianas, como queijo ou alheiras vegan, por exemplo. Por marcação estará também disponível o serviço de restaurante.
E para provar que “mesmo no fast-food é possível ter acesso a alternativas”, o «Veggie Fest» vai contar com uma vertente de “food trucks dedicadas à alimentação vegetariana e vegan”. Este é um caminho que, sublinha Pedro Andrade, também as “grandes cadeias estão a seguir”.
A pensar nos mais novos, o evento contará com um programa específico de animação permanente, com “ioga para crianças e adolescentes” e uma “mini-quinta com actividades para bebés e crianças”. Actividades que visam promover, através de momentos lúdicos, um “estilo de vida mais saudável”.
“Queremos que este seja um evento da cidade”, afiança Pedro Andrade, garantindo a continuidade do festival.
Todas as actividades estão incluídas no bilhete de ingresso (com excepção do serviço de restaurante), que tem o custo de 3 euros para um dia e 5 euros para os dois dias do evento (entrada gratuita a crianças até aos 12 anos). Os bilhetes já estão à venda nos locais habituais, podendo também ser adquiridos no local (bilheteira não dispõe de Multibanco).
Toda a informação e programa completo em http://veggiefest.pt/

Comentar

Anónimo