Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite
Coroada de êxito a participação no evento mundial “First Global”
27-07-2017
Estatísticas

279 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar
Mais fotos

Durante três dias, uma equipa composta por três alunos e dois professores do Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite (AESL), em representação de Portugal, participou na First Global, competição mundial de programação e robótica que, este ano, tinha como tema a preservação dos recursos hídricos no planeta.
Após uma longa viagem até Washington, a equipa participou na cerimónia de abertura, em que se apresentaram 163 equipas de 157 países. Foi uma cerimónia espetacular e comovente, em que as equipas desfilaram com as respetivas bandeiras, perante milhares de pessoas que enchiam por completo o Constitution Hall.
Os dias 17 e 18 foram dedicados à competição: cada equipa, formada por 3 países selecionados aleatoriamente, participou em 3 jogos por dia, com a duração de 2 minutos e meio. Antes do jogo, os elementos de cada equipa encontravam-se para definirem a estratégia, tendo em conta o desempenho dos robots. Registe-se que mesmo as equipas representativas de países com conflitos entre si, conseguiam ter um relacionamento cooperante, bem diferente do dos respetivos governos. Dois dos mentores do evento, Dean Kamen e Joe Sestak, defendem que “não se trata de uma competição, mas de uma “Coopertition”, baseada no conceito de que as equipas podem e devem ajudar-se e cooperar entre si mesmo quando competem”. Ainda assim, e porque há uma pontuação, Portugal posicionou-se na primeira metade da tabela, em 63º lugar!
Na cerimónia de encerramento, dia 18, foi particularmente significativo o discurso do Presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, um americano de origem coreana, que se dirigiu, em coreano, à equipa do seu país, lembrando que, há muitos anos, o Banco Mundial tinha recusado um empréstimo à Coreia do Sul. Quando ele tomou posse, garantiu que o Banco Mundial NUNCA recusaria um empréstimo a qualquer país e por isso é que iniciativas como o FIRST são importantes, pois cultivam valores como a equidade e a igualdade de oportunidades.

First Global –
um projeto
a continuar

Para termos uma ideia do enorme impacto deste acontecimento nos Estados Unidos e no mundo, registe-se a presença da filha do presidente dos EUA Ivanka Trump, que abriu o segundo dia de competição. Além disso, o First Global foi capa dos jornais Washington Post e  Wall Street Journal. No próximo ano, o Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite continuará a ter um papel ativo no First Global, pois caber-lhe-á organizar competição a nível nacional, para selecionar a escola que representará Portugal na 2ª edição do FIRST Global, a decorrer no México com o apoio do empresário Eduardo Salinas. Já está igualmente marcada a edição de 2020, no Japão, com o alto patrocínio da Toyota.
Para a professora Fátima Pais, grande impulsionadora do projeto em Portugal, “vale a pena apostar em projetos que se focam em problemas tão radicalmente importantes com a sustentabilidade do próprio Planeta, nomeadamente a água e a sua previsível escassez, a necessidade de desenvolvimento de todos os países e das suas populações mais deprimidas fornecendo-lhes o conhecimento e os meios básicos de evolução sustentada”.
Nas palavras de Ruben Fernandes, um dos membros da equipa “a viagem aos Estados Unidos foi fantástica, porque me proporcionou uma experiência única, uma vez que nunca tinha entrado nos Estados Unidos, nem atravessado o oceano Atlântico, o que era um sonho longínquo.
Durante este projeto, tive a oportunidade de aprender a usar novas tecnologias, que nunca tinha usado anteriormente, e com as quais me identifico. Para mim, a robótica é o exemplo perfeito de como a programação consegue ter impacto no mundo real.”
A equipa do Agrupamento de Escolas Dr. Serafim Leite, constituída ainda pelo professor José Lemos e pelos alunos Rui Costa e João Azevedo, deixa uma palavra de agradecimento muito especial para todos os que tornaram possível esta “aventura”: em primeiro lugar à direção do AESL pela confiança, apoio, incentivo e camaradagem. Em segundo lugar ao Eng.º Floriano Ferreira que, desde os EUA, não deixou de apoiar a escola e a nossa equipa. Por último, mas não menos importantes, foram os apoios e patrocínios que fizeram com que esta jornada se concretizasse: o Ministério da Educação – Direção Geral da Educação, bem como a Câmara Municipal de S. João da Madeira, que foram os primeiros a responder positivamente ao pedido de apoio. Também as empresas com presença em S. João da Madeira  e arredores contribuíram com apoios pecuniários:  Johnson Controls, Recursos, Ideias e Soluções Informáticas, Lda,  VIEIRA ARAÚJO S.A., Yazaki Saltano de Ovar, P.E. Lda.,  NORVIAGENS Lda, FCo. fullservice company, Inovar +AZ, Sistemas de Informação,Lda, Ledistrónica - Componentes Electrónicos, Lda, Olmar - Artigos de Papelaria, Lda, MegaStock, Friparque, LDA, Tecmacal Equipamentos Industriais S.A. Também a Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola Secundária Serafim Leite, apoiou e patrocinou a ida da equipa.

 

Comentar

Anónimo