Reunião de Câmara
Debate político onde cabem noções de Física
13-07-2017 | por JGC
Estatísticas

393 Visualizações

Outras Acções
Comentar Imprimir Aumentar Diminuir Restaurar

No período antes da ordem do dia da reunião de Câmara da passada terça-feira, o presidente da autarquia e o vereador do PS Ricardo Silva desenvolveram um debate sobre o ponto de situação da execução dos 22 projectos que incluiu uma discussão sobre noções da Física.
O vereador do PS, Ricardo Silva, questionou o presidente da Câmara sobre quantos projectos, do pacote de 22 com que a coligação se apresentou às eleições autárquicas, estão concluídos, com o presidente da Câmara, Ricardo Figueiredo, a garantir que “os projectos que propusemos à cidade estão a ser cumpridos”, sendo que alguns estão “em fase de execução”, outros ou já foram adjudicados ou estão em fase de concurso.
“Não deve existir de sua parte nenhuma preocupação em relação a isso. [Os 22 projectos] vão ser executados”, afiançou o autarca.
O socialista Ricardo Silva retorquiu que “dos 22 estão concluídos apenas cinco”, numa altura em que, diz, “o mandato caminha a passos largos para o fim”. “A culpa não era de ninguém a não ser de quem desgoverna a Câmara que é o PSD”, concluiu o vereador da oposição.
Ricardo Figueiredo reafirmou que do total de 22 projectos “parte estão concluídos”, outros estão “em adjudicação ou prontos a adjudicar”. O autarca deu como exemplo a requalificação dos imóveis de habitação social, cuja intervenção em quatro prédios foi já adjudicada, numa altura em que a Câmara se preparava para lançar concurso para reabilitação de “mais sete edifícios”, ponto que constava da agenda da reunião desta semana, mas veio a ser adiado uma vez que os vereadores da oposição não haviam recebido os respectivos documentos. Esta adjudicação será debatida e votada numa reunião extraordinária.
Ricardo Figueiredo garantiu assim que, até ao final do mandato, todos os projectos estarão “ou concluídos ou no terreno”.
“Isso é mais que uma promessa, é uma profissão de fé”, disse Ricardo Silva, acrescentando: “nós falamos verdade, o PSD promete o que não pode cumprir”.
Em resposta, Ricardo Figueiredo defendeu que “nos 16 anos que o PSD está a governar a cidade já fez muito mais do que prometeu”, enquanto “o PS não fez nada”.
Esta discussão política com troca de críticas acabou com debate sobre noções da Física, entre a “inércia estática” e a “inércia dinâmica”, com Ricardo Figueiredo a defender que “o PS tentou parar a cidade, mas não conseguiu”.



 

 

Comentários
Anónimo | 19-07-2017 18:24 Tristeza
Lamentável que o Vereador Ricardo Silva a quem devemos a luta em defesa do nosso hospital tenha sido arrumado pela actual direcção e candidatos do PS. Caso para questionar se essa gente merece o voto dos sanjoanenses.
Anónimo | 13-07-2017 17:09 Dois Ricardos de candeias às avessas
Para que estão a continuar o debate caros Ricardos? Vocês já foram agora é entre a cavaleiros de laranjada e rosas de sequeiro.
Manuela Santos

Comentar

Anónimo